28 de set de 2013

As maiores empresas de brinquedo do mundo


Hey!
Bom eu ultimamente ando com inspiração para burro hahaha, na verdade a minha inspiração é a revista Mundo Estranho. Lá eu encontro diversas coisas bem interessante e com isso surgem diversas ideias e temas para postar aqui e nos meus outros blogs, como o meu papai querido ♥ sabe que eu gosto da ME ele começou a comprar para mim as revistas e isso tem dado um prato cheio sabe :D

Enfim, lendo a revista do mês de outubro mas já? é ele encontrou no supermercado e trouxe para mim :) e no fim acabei achando algo bem legal para postar aqui, na verdade mesmo eu ia postar avatares da Avril Lavigne a pedido de uma leitora, mas para não ficar repetitivo eu vou postar num próximo post ok. Vamos ver ao post?

Na matéria que eu encontrei, fala sobre as maiores empresas de brinquedos do mundo. Vamos ver quais são?

Bom o mês das crianças está quase aí, e como nós crianças agora não mais porque já tenho 15 anos gosta de brinquedos, vamos ver as companhias que tiveram o maior faturamento em 2012.

10º lugar: Cabelinho de tigela
Empresa: Geobra
Receita: US$ 778 milhões
Origem: Alemanha
Fundação: 1876

O carro chefe da Geobra é a linha Playmobil, criada pelo designer alemão Hans Beck e lançada em 1974. Desde então, já foram produzidos mais de 2,6 bilhões de kits, dos mais variados temas, de zoológico a barcos de piratas. Seria o suficiente para dar um para cada pessoas da China e  da Índia. Recentemente porém, a empresa se meteu em uma polêmica ao lançar, na Europa, um modelo inspirado em um assalto a banco. Com revólver e tudo!

9º lugar: Mascotes inesquecíveis
Empresa: Bandai Namco
Receita: US$ 1,2 bilhão
Origem: Japão
Fundação: 2005

Surgiu da fusão da Namco (criada em 1955) e da Bandai (1979). Teve quatro hits que marcaram gerações diferentes: nos anos 80, a galera se acabava em partidas de Pac-Man; nos anos 90, todos queriam brincar com os Power Rangers e o Tamagotchi um "bichinho virtual" que vendeu mais de 76 milhões de unidades; e, nos anos 2000, foi a vez do ninja Naruto.

8º lugar: Demorou, mais pegou
Empresa: Xbox (Microsoft)
Receita: US$ 1,9 bilhão
Origem: EUA
Fundação: 2001

A Microsoft levou um tempo para entrar no mercado de consoles. E, quando entrou, com o Xbox, deu uma bela patinada. Mas a plataforma seguinte, o Xbox 360, foi um sucesso, com mais de 77 milhões de unidades vendidas. A cereja do bolo foi o Kinect, lançado em 2010, anos-luz à frente dos outros sensores de movimento. A próxima geração do aparelho deve detectar até os batimentos cardíacos dos jogadores.

7º lugar: A Barbie Nipônica
Empresa: Takara
Receita: US$ 2,2 bilhões
Origem: Japão
Fundação: 1924

Que loira peituda, o quê! No Japão, as meninas só querem a Licca Doll, produzida por essa companhia. Desde 1967, ela já vendeu mais de 50 milhões de unidades. Outra febre por lá (e no Ocidente também) foi o Furby, um ursinho-robô meio estranho, que respondia a comandos de carinho. Laçado em 1999, foi "adotado" por mais de 40 milhões de crianças no mundo.

6º lugar: Mickey sob empréstimo
Empresa: Disney Consumer Products
Receita: US$ 3,3 bilhões
Origem: EUA
Fundação: 1929

É impossível dissociar "Disney" e "brinquedos". Esse setor do império surgiu com o lançamento de uma lousa do Mickey, apenas seis anos após a fundação da empresa-mãe. Hoje a Disney nem mete mais a mão na massa: apenas autoriza o uso de seus jogos, pelúcias e bonecos de outras empresas. Assim, tornou-se a marca com mais produtos licenciados no mundo.

5º lugar: Sucesso crescente
Empresa: PlayStation (Sony)
Receita: US$ 3,5 bilhões
Origem: Japão
Fundação: 1994

Em apenas 19 anos a divisão de games da Sony já representava 7,8% do faturamento total  da companhia. A escalada meteórica começou com o PlayStation original, primeiro console a comercializar mais de 100 milhões de unidades. O PS2 chegou aos 150 milhões, e o PS3 aos 75 milhões. E a saga continua: o PS4 sai este ano, inclusive no Brasil.

4º lugar: De médicos a monopólios
Empresa: Hasbro
Receita: US$ 4 bilhões
Origem: EUA
Fundação: 1923

Acha incrível que já existiram mais de 150 milhões de PS2 no mundo? Pois o jogo de tabuleiro Monopoly, lançado em 1935 pela Hasbro, já chegou a 275 milhões de unidades. Outro campeão de popularidade é o Senhor Cabeça de Batatas. Criado em 1952, foi o primeiro sucesso da empresa. Para quem começou vendendo kits para crianças brincarem de médico, a empresa vai bem: hoje, eles cuidam até da linha de heróis da Marvel.

3º lugar: Montar e remontar
Empresa: Lego
Receita: US$ 4,04 bilhões
Origem: Dinamarca
Fundação: 1932

São produzidas, por minuto, 68 mil peças de Lego ao redor do mundo. Mas você nem precisa de tantas para se divertir: é possível montar 915 milhões de combinações diferentes com apenas seis peças. Talvez por causa desse desafio infinito, a paixão pela marca acompanhe muita gente vida afora: 5% dos consumidores são adultos, segundo a Lego.

2º lugar: A loira está em crise
Empresa: Mattel
Receita: US$ 6,42 bilhões
Origem: EUA
Fundação: 1945

A Mattel é a maior empresa de brinquedos não eletrônicos do mundo. Mas não passa por um momento bom momento. Embora os carrinhos da Hot Wheels, o herói Max Steel e a linha para bebês Fisher Price continuem populares, seu carro-chefe, a Barbie, está em decadência. Só nos EUA, a venda da boneca caiu 50% desde 2000. Surgida em 1959, ela ainda é responsável por 20% dos negócios da empresa.

E o primeiro lugar está com...

1º lugar: Arigatô bigodudo!
Empresa: Nintendo
Receita: US$ 7,82 bilhões
Origem: Japão
Fundação: 1889

Eis uma empresa que entrou pelo cano... e gostou! Criada no século retrasado para fabricar um jogo de cartas muito popular no Japão, chamado Hanafuda, ela deu uma grande guinada quando bolou o encanador Mário, o mais popular personagem dos games até hoje. Munida pelas vendas milionárias do bigodudo, a Nintendo sempre conseguiu ficar à frente das tendências, como a do console doméstico (Family Computer, de 1983), do portátil (Gameboy, em 1989) e a do sensor de movimentos (o Wii, em 2006). Dos dez jogos mais vendidos na história, dez são da Nintendo. No topo desse ranking estão Wii Sports, Super Mário Bros (para NES), Mário Kart Wii e Wii Sports Resort.

Ufa! Escrevi bastante hoje né, mas sabe até valeu a pena porque eu gostei de reescrever (da revista para o blog) essa matéria! Espero que tenham gostado do post e comentem aí o que acharam deste top 10 das empresas. É isso amorangados! Beijos e até a próxima ~ ♥

12 comentários:

  1. Nossa *--*, adorei, conhecia quase tudo ai, porque sou diva .nn, me dê essa criatividade pra mim poxa u_u, traz teu pai tbm .qq

    Hey, A4Y

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. huashuahsuhaush a melhor maneira da criatividade é comprar a ME hahaha. Beijos Mandy. Com carinho, amora queen -q

      Excluir
  2. Respostas
    1. É confesso que eu também, principalmente as primeiras ^u^
      Beijos flor. Com carinho, amora queen -q

      Excluir
  3. Muito interessante saber. Não sabia dessa que a Nintendo era a primeira.
    Eu acho que a Mattel só tende a cair, porque com essa tecnologia chegando, crianças não querem mais brinquedos não-eletrônicos, elas não usam a imaginação mais - acho que só vai aumentar pro mercado de video games. o3o
    Muuito legal o post!
    Visite minha rua mágica, Magic Road . (^▽^)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também concordo Teph, a grande maioria das crianças nessa idade só querem tablets e celulares :/, eu nessa idade estava brincando de Lego ^u^ hahahaha. Obrigada!!!
      Beijos flor. Com carinho, amora queen -q

      Excluir
  4. Post muito divo *-*, e interessante, eu confesso que não sabia de algumas dessas empresas XD!
    Um grande beijo!
    Bye!
    http://meuestiloemusica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Amanda ^u^, confesso também que não conhecia algumas -q
      Beijos flor. Com carinho, amora queen -q

      Excluir
  5. Conhecia várias dessas empresas (mentira, só algumas mesmo -q) e me surpreendi da Nintendo ter sido a primeira, desde o início do post eu apostava todas as minhas fichas que a Mattel seria a primeira, parece que perdi, haha.
    Estou seguindo seu blog, poderia retribuir? Eu ficaria super feliz!
    Um abraço,
    Gabbi Levesque

    inverno-desconexo.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também quando comecei a ler apostava na Mattel ou no PlayStation da Sony, realmente a gente se surpreende né hahaha. Sigo sim tá!
      Beijos flor. Com carinho, amora queen -q

      Excluir
  6. Gostei mas não conhecia praticamente nenhuma. Parece que o Japão fatura bastante!
    querosabertudo-k.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade me surpreendi com a infinidade das empresas que são de lá.
      Beijos flor. Com carinho, amora queen -q

      Excluir

ANTES DE POSTAR UM COMENTÁRIO, LEIA:

Regrinhas básicas para o melhor funcionamento do blog:

Você pode comentar tudo que venha falar á respeito do blog, só não queremos que você xingue e desrespeite pois respeito é bom e todo mundo gosta não é mesmo?
Eu sigo de volta sim, e respondo todos os comentários mas, eu fico muito agradecida se primeiro, você ler a post. Aceitamos críticas construtivas e muito obrigada por comentar.